Erros na locação: 5 dicas para não ter dor de cabeça ao alugar

Na busca do local perfeito para se morar as pessoas acabam cometendo erros na locação. Pois a grande maioria das pessoa procura pelos melhores bairros ou melhor vista.

Contudo, esquecem que a parte mais chata e burocrática da negociação é a mais importante para evitar problemas futuros.

Assim, neste artigo vamos falar sobre os principais erros na locação e como evitá-los. De maneira que o lar doce lar fique realmente caracterizado, diminuindo as chances com dores de cabeça ou problemas maiores.

Dicas importantes para serem avaliadas

Uma das principais dicas é a verificação do imóvel, claro que o contrato também deve ter uma atenção extra. Contudo, para se chegar na parte da assinatura e do fechamento do contrato é imprescindível verificar os pontos abaixo.

Visite o imóvel e anote todos os pontos averiguados

Antes mesmo do fechamento do contrato uma visita ao imóvel é sempre a melhor opção. Mesmo após a verificação de fotos pela internet, a visita mostra as reais condições do imóvel.

Assim, faça anotações durante a visita, verifique as condições do teto, piso, das janelas, das paredes e principalmente dos banheiros. Se tudo estiver de acordo tire fotos para uma possível avaliação no final do contrato.

Muita atenção nos pequenos defeitos

Um dos maiores erros na locação é deixar passar os pequenos defeitos. O que inicia pequeno e sem importância pode ser transformar em um grande problema, com obras e muito quebra-quebra.

Assim, avalie bem os pontos de mofo, manchas nas paredes ou teto, vidros e encanamentos. Caso haja torneiras pingando ou rachaduras mesmo que pequenas, avise e solicite o reparo antes da entrada no imóvel.

Acerte os prazos para o reparos

Após a vistoria e antes de assinar contrato verifique a possibilidade da realização dos reparos antes no início da vigência. Assim como a realização antes da entrada no imóvel. Dessa forma o inquilino evita obras durante a vigência do contrato.

Assim que for acertado, solicite que o mesmo esteja descrito no contrato de locação. Evitando problemas e falta do cumprimento do combinado pelas partes antes da mudança.

Leia todo o contrato de locação

Eventualmente essa pode não ser uma leitura muito agravável. Contudo, a leitura completa do contrato pode evitar muitos erros na locação. Isso porque alguns pontos importantes podem ser esquecidos.

Como a falta da descrição completa das partes envolvidas no contrato. Englobando proprietário e inquilino, toda a documentação deve ser apresentada e conferida.

Além de todas as informações e documentações de fiadores ou procuradores, incluindo endereço correto de todas as partes. Dessa forma, caso haja alguma ação na justiça a parte pede ser encontrada.

Verifique valores, multas e vigência

A parte mais importante e em alguns casos a mais negligenciada são os valores. Principalmente os valores referentes ao aluguel, que no contrato deve estar descrito por extenso e em numeral para evitar dúvidas.

Outro valor que pode ser esquecido no contrato são os das multas. Dentro das obrigações de ambas as partes devem estar informados os valores de multas seja por rescisão ou por reparos.

Igualmente, o prazo de vigência deve estar estipulado e as regras devem seguir as da Lei do Inquilinato. Seguindo essas dicas, fica mais fácil evitar erros na locação e muita dor de cabeça.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *